segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Acordei e você não estava aqui

Domingo de madrugada fria e manhã nublada. Cobertores e edredons ajudam a despistar a ausência de calor.
Até mesmo uma cama de solteiro fica grande sem você!
Como foi sua noite? E como está a sua manhã? Você já acordou?
Imagino que sim... Imagino também você andando pelo apartamento com aquela camisa de malha velha e amassada, segurando a xícara com uma mão e com outra coçando a cabeça, fazendo barulhos estranhos pra acabar de acordar...
Liga o computador e nada de bom, e-mails publicitários, scraps vazios, ninguém te convidou no Facebook, nem novidades no Twitter e então você olha ao redor suspira e percebe que talvez esteja na hora de você vir me buscar. Liga a TV,  passa todos os canais sem quer assistir algum, abandona a xícara na cozinha e deita na cama de novo ouvindo MPB.
Onde está você? Onde você mora? Seja lá onde for não deve ser tão longe assim. Não demora mais não ta? É terrível te esperar.

Um comentário:

Joao disse...

Sim verdade ate parecia que vc estava la!! Que detalhes como vc sabia!! Da tv, do computador!
a musica que escutav era esta:
Tao bem de lulu santos!!
Ela me encontrou
Eu tava por aí
Num estado emocional tão ruim
Me sentindo muito mal
Perdido, sozinho
Errando de bar em bar
Procurando não achar
Oh! Yeh! Yeh! Yeh!

Ela demonstrou tanto prazer
De estar em minha companhia
Eu experimentei uma sensação
Que até então não conhecia
De se querer bem
De se querer quem se tem...

E ela me faz tão bem
E ela me faz tão bem
Que eu também quero
Fazer isso por ela...(2x)

Ate aquele dia eu ja achava que vc nao existia, mas vc me mostrou que ainda ha uma esperanca!!
Eu estou aqui, vc sabe onde moro, nao e tao longe assim, e prometo que nao vou te deixar esperando como fizerao comigo no saguao do predio!!

lindo deu poema. beijos de uma pessoa que te adora e esta aprendendo a gostar muito de vc!!