sábado, 11 de dezembro de 2010

O meu tão esperado: Obrigada!

A primeira coisa que eu quero dizer é: Obrigada!
Esperei muito por esse dia, em que eu posso olhar nos seus olhos e dizer: Obrigada!
Você me disse que eu voltaria pra te agradecer e lhe diria: Obrigada!
Pensei que esse dia jamais chegaria, mas o dia chegou e então já posso lhe dizer: Obrigada!
Talvez você pense que eu sou uma louca, talvez você me ache desajuizada, talvez você pense que foi tudo em vão... Talvez, você nem pense mais nada, mas se pensasse, certamente eu pouco me importaria com seus conceitos ao meu respeito.
Eu poderia subir no lugar mais alto e te aplaudir. Você tinha razão. O meu aplauso do dia vai para você, que depois de tanto tempo ainda pode ter razão.
Eu poderia esfregar na sua cara minha vitória, enquanto brindo a sua derrota.
Mas de todas as coisas que eu poderia fazer, eu escolho dizer apenas: Obrigada!
Obrigada, por ter me deixado. Obrigada, por não ter voltado quando eu pedi. Obrigada, por ter ignorado as minhas lágrimas. Obrigada, por tudo o que você não fez comigo.
A história de que existe um cara melhor do que você é real. E o melhor dessa história, é que esse cara agora é meu.
Você tinha razão.
Mas, numa coisa você errou. Eu não voltarei pra lhe agradecer. Estou muito ocupada pra isso. A vida que é tão generosa comigo, se encarrega disso por mim.

Um comentário:

Joao disse...

Mais uma vez adorei seu poema!!!
Vc nao tem que agradecer nada. Sou eu que agradeco por ter aceitado o meu pedido de suplicio, por me escutar, por olhar no fundo dos meus olhos e entender o que eu queria!
obrigado por ter esbarrado em vc e vc ter me olhado com um sorrizo lindo e falar desculpa, mas vou entrar na sua vida e mudar ela toda, sorrateiramente, robou a chaves da minha porta e disse apartir de hj esta porta que estava trancanda e nao estara mais, pois aqui vou passar, entrar e ficar. Sou seu de coracao e alma. Obrigado mais uma vez por vc ter me olhado naquele dia!!!